As belezas de Israel em meio à atualização científica

Atualização científica de qualidade e a oportunidade de conhecer as belezas de Israel foram os diferenciais do International Shoulder Safari, realizado em novembro de 2018

O idealizador do International Shoulder Safari, Prof. Ofer Levy, foi enfático no diálogo com os brasileiros em dizer que era um sonho organizar um evento unindo ciência, turismo, cultura com cirurgiões de ombro do mundo todo e suas famílias em um lugar fascinante. Esse lugar fascinante? Israel.

E, realmente, Israel é fascinante. Sua história remonta a mais de 3 mil anos atrás e uma série de dinastias e reinados que fundamentalmente deixaram marcas profundas na região.

O país é forjado por uma rica história de sítios arqueológicos e locais bíblicos, em cidades como Jerusalém, Nazaré, Belém, Masada, Tiberíades, Acre, Jafa, e Mar da Galileia. O safári científico-cultural e itinerante começou em Jerusalém, passando por Mitzpe Ramon e terminando em Tel Aviv, com atividades turísticas e culturais durante o dia e eventos científicos à noite. Tudo isso organizado pelo Prof. Ofer e sua esposa Yael, com uma comissão científica e equipes de turismo e de eventos.

Além de um grupo de brasileiros – formado por Osvandré e Marilise, Marco Antônio e Mirele e Arnaldo e Christina –, participaram colegas de vários países, como Estados Unidos, Israel, Chile, Inglaterra, Espanha, Itália, Hungria, Alemanha, Croácia, África do Sul, Austrália, Turquia e Dinamarca.

O programa científico foi composto por mesas-redondas com apresentação de casos clínicos e debates com foco nas técnicas e procedimentos do estado da arte na cirurgia do ombro. Na parte turística, os passeios, conduzidos por guias locais, envolveram todo o grupo na atmosfera mística que a Terra Santa oferece. Foram visitados os locais: Monte das Oliveiras, Muro das Lamentações, Fortaleza de Masada (onde os zelotes enfrentaram os romanos), Deserto de Negev, Haifa, Jaffa e Nazaré, com passeio para o norte na região da Galileia, onde vistamos a cidade de Nazaré e a Igreja da Anunciação, uma das maiores igrejas do Oriente Médio.

Em resumo, para a comitiva brasileira, o evento superou todas as expectativas. “Serviu como intercâmbio científico e a oportunidade de aumentar nosso círculo de amigos. Além de mergulhar na cultura milenar neste lugar abençoado que é Terra Santa.” finaliza Arnaldo Amado Ferreira Neto.

Confira algumas fotos: