SBCOC organiza Talking Show sobre Telemedicina

No dia 13 de maio, às 19h, um grupo de 200 participantes se reuniu de forma online para discutir um assunto que tem sido muito abordado: a Telemedicina. A SBCOC, atenta com as mudanças ocorridas devido a pandemia do novo coronavírus, organizou o encontro que trouxe palestras de Chao Lung Wen, Prof. Associado da FMUSP e chefe da Disciplina de Telemedicina; Silvio Valente, Prof. Colaborador em Biodireito da Faculdade de Direito da USP; Fábio Tiepolo, founder e CEO DoctorWay; Anastácio Kotzias Neto, membro do CFM. A moderação ficou a cargo do presidente da SBCOC, Roberto Ikemoto e Marcelo Campos.

“O tema é polêmico entre as entidades médicas e existem muitas dúvidas sobre remuneração e as plataformas digitais, mas é um assunto que precisamos debater”, explica Roberto Ikemoto. Em sua palestra, Chao ressaltou a importância de formar melhor os médicos no uso de recursos tecnológicos e falou s obre o aspecto comportamental, entre eles a Ética, Responsabilidade e Segurança Digital. Ele disse também sobre a importância da formação do médico em Telemedicina através de cursos sobre o assunto.

Como o tema tem causado muita controvérsia, o tempo de 1h30 foi pouco para tantas questões. Por isso, Roberto Ikemoto promete a realização de um novo talkshow mais objetivo, abordando temas práticos como o uso das plataformas disponíveis, as ferramentas necessárias e legislação.

Atualmente a Telemedicina está autorizada no Brasil devido a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), a autorização tem por objetivo proteger tanto a saúde dos médicos como a dos pacientes.